Robôs de busca: tudo que você precisa saber

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Há, nesse momento, rastreadores, ou robôs de busca circulando pelo seu site, buscando diretivas para poderem realizar ações. Mas, você sabe o que são esses robôs, pra que servem e qual a importância deles? Bem, se você já acompanha nossos artigos, provavelmente tem uma breve ideia das funções dessas ferramentas, e sabe qual a relação ele possui com o Marketing Digital e com as estratégias de SEO.

Inicialmente, iremos abordar de forma mais aprofundada, tudo sobre os rastreadores de busca, bem como toda a importância dessa ferramenta para o seu site, que permite evitar problemas futuros.

O QUE SÃO OS ROBÔS DE BUSCA?

Robôs de busca, rastreadores, web crawlers, ou indexadores, são alguns dos nomes genéricos dado a um programa responsável por rastrear páginas na web. Normalmente eles examinam o site de forma automática, seguem e analisam links, páginas e arquivos a fim de indexar ou não nas redes de pesquisa. 

Existem dois tipos de rastreadores: um para Desktop e outro para Mobile. E sim, ambos acessam os sites e páginas e realizam as funções que simulam a ação de um usuário em cada um desses ambientes. Ambos os rastreadores obedecem o mesmo tipo de diretivas utilizadas pelo robots.txt. Ou seja, não é possível segmentar um ou outros, ambos os crawlers irão responder às sintaxes que foram estabelecidas no arquivo realizar as ações.

Entretanto, caso seu site tenha sido convertido para priorizar especificamente os robôs apenas de um dispositivo móvel, por exemplo, apenas uma pequena parte dos indexadores para desktop irão fazer solicitação de rastreamento. Agora, se não forem feitas nenhuma ação de conversão, a maioria dos rastreamentos serão feitos a partir dos crawlers para computador. 

O QUE DE FATO FAZEM OS ROBÔS DE BUSCA

Robô de busca de páginas na web

Como já abordamos em um artigo recente sobre Robots.txt, os crawlers buscam por esses arquivos, e também os Meta Tag Robots com a finalidade de realizar ações que são especificadas dentro de cada arquivo.

Para que isso ocorra de forma correta é preciso que se tenha conhecimento das diretivas ou sintaxes que são lidas por cada robô de rastreamento, e as funções que elas ordenam aos robôs de realizarem. Eles podem indexar na rede de pesquisa (deixar visível nos mecanismos de busca), bem como retirar o acesso à visibilidade na web de determinadas páginas, arquivos ou documentos.

Vale salientar que, existem diversos robôs de busca (Google, Bing, Yahoo, etc.) e, a cada segundo, eles estão realizando acessos na maioria dos sites. Eles funcionam simultaneamente em milhões de máquinas, a fim de acompanhar o crescimento e desenvolvimento crescente da Web.

Tendo em vista que, a demanda tecnológica veio crescendo nos últimos anos, e com isso, o mercado digital foi consolidando espaço nesse universo. É trabalho dos agentes de busca acompanharem essa transformação. Além disso, os crawlers buscam rastrear o maior número possível de páginas em poucos segundos e ainda assim evita a sobrecarga dos servidores no sistema. 

O QUE SÃO SINTAXES: ROBOTS.TXT E META TAG ROBOTS

Diretivas, robots.txt e meta tag robots

As sintaxes referentes ao Robots.txt e Meta tag Robots são as diretivas que os robôs rastreadores conseguem ler. São ordens que eles precisam interpretar e executar, senão a coisa vira uma bagunça e robô faz o que bem entender. No artigo sobre Robots.txt fizemos uma análise aprofundada das diretrizes utilizadas e quais comportamentos elas dão ordens de realização.

Diretivas Robots

De modo geral, nas diretivas robots.txt temos:

  • User-agent: indica para qual robô a ação deverá ser aplicada;
  • Disallow: dá ordem aos caminhos que não devem ser acessados pelos rastreadores que foram designados pelo User-agent;
  • Allow: é utilizada para permitir o rastreamento de um diretório ou uma página, referente ao domínio raiz, que antes estava proibido de ser acessado, e assim sejam indexadas;
  • Sitemap: o comando Sitemap é útil para identificação e localização das páginas por meio dos rastreadores;

Diretivas Meta Tag Robots

Já o Meta tag Robots possui diretivas e funções mais granulares, ou seja, ele consegue ditar regras mais específicas do que o Robots.txt. Geralmente ele é utilizado no nível das páginas e é utilizado para definir detalhes da página como:

  • index: indexe esta página – exiba-a em seus resultados de busca;
    noindex: não indexe esta página – não a exiba nos resultados de busca. Útil para páginas como de login e acesso à intranet;
    follow: siga os links desta pagina para descobrir novas páginas (reveja Googlebot, robots);
    nofollow: nenhum dos links desta página deve ser seguido;
    nosnippet: orienta o site de busca a não exibir a descrição da página nos resultados de busca;
    noodp: orienta o Google não utilizar a descrição do diretório DMOZ em seus resultados (snippet);
    noarchive: instrui o Google a não exibir a versão em cache da página;
    noimageindex: não indexe nehuma imagem da página.

bloquear o acesso ou usar a diretiva?

É importante salientar que, há uma grande diferença entre não ter um robô de busca rastreando o seu site por completo, e utilizar uma diretiva que impeça ele de rastrear recursos específicos. Ambas as opções são uma ‘faca de dois gumes’ e precisam ser bem planejadas.

Vamos fazer uma analogia a uma loja a qual você é o dono:

  • Para aumentar a segurança e dispensar os bisbilhoteiros você poderia trancar a porta. Nesse caso, seus clientes não entrariam e você não venderia. Seria necessário, então um mecanismo que afaste os mal-intecionados. Um guarda talvez.
  • E para aqueles que entram, será que todos eles podem ver os mesmo produtos? Quem tem mais de 30 certamente se lembra das Vídeo locadoras. Nelas tinham a sessão adulta, estava ali, porém, escondida, acessível somente aos membros ‘VIP’

Para quem se questiona, há sim a opção de impossibilitar os rastreadores de acessar o conteúdo dentro do seu site, mesmo sem utilizar as diretivas acima, controlando o que você compartilha com os robôs de busca. Entretanto, cada crawler se comporta de maneira diferente e utiliza mecanismos distintos e devem ser analisados. 

Para isso, saiba que os rastreadores mais famosos que possuem uma demanda de milhões de rastreamentos diários são:

  • Googlebot;
  • Bingbot;
  • Slurp bot (Yahoo);
  • DuckDuckbot;

Então, a melhor maneira de evitar que um robô de rastreamento indexe sua página e saia acessando seus arquivos e documentos é utilizar as diretivas robots.txt e meta tag robots, pois, se bem configurados, todos os indexadores irão receber os comando e respeitar as diretrizes instruções privacidade dentro de cada arquivo.

PORQUE EU PRECISO DE UM RASTREADOR 

Como já falamos, boa parte dos crawlers entendem a mesma instrução presente nas diretrizes dos arquivos robots.txt e meta tag robots. No artigo anterior, ressaltamos a importância de utilizar as diretrizes, principalmente se o site dispõe de conteúdos restritos. 

Agora, a importância de ter um rastreador presente no seu site está relacionado com a segurança. Muitos usuários mal-intencionados criam spam para poder acessar e invadir páginas e arquivos. Sendo assim, os robôs rastreadores também combatem ativamente essas pessoas a fim de evitar que imprevistos e infortúnios acabem ocorrendo, como roubo de dados, por exemplo.

É importante conhecer tanto sobre os robôs rastreadores quanto as diretrizes que eles respondem. Uma boa configuração das ferramentas fará com que seu site e conteúdos estejam otimizados para receber o público adequado, e assim, não ter problemas de segurança e estruturação da página na Web.

Esperamos que esse artigo tenha sido útil para você. Deixe nos comentários dicas, opiniões e sugestões. E se você está precisando de uma mãozinha para organizar sua páginas, conte com a gente, teremos prazer em ajudar.

Inscreva-se na nossa Newsletter

Receba novidades em primeira mão

Mais postagens para você explorar

Deseja impulsionar seus negócios?

Nós podemos te ajudar!